Ensemble de Música Electrónica 2019|20

PrintPrint

 

Enquadramento

A novas tecnologias vieram revolucionar não só a criação musical como o universo performativo. Desde inúmeros sintetizadores, instrumentos DIY, computadores e interfaces passando pelos novos instrumentos, as novidades são muitas e de mutação rápida. Urge reflectir não só o papel destes instrumentos no palco mas também quem são os novos performers, quais são as expectativas e preparação para estes novos agentes musicais. Devem-se desenvolver técnicas de execução de música electrónica em grupo e capacidade de interpretação de instruções musicais sejam por partitura ou direção. Paralelamente o repertório musical e as perspectivas de composição devem acompanhar a inovação tecnológica e as novas capacidades destes interpretes.

 

Objetivos

Pretende-se que os participantes adquiram técnicas de execução de música eletrónica em grupo e desenvolvam a capacidade de criação e interpretação de instruções musicais para este contexto particular.

 

Modelo Pedagógico

Modelo predominantemente prático em que os conteúdos serão maioritariamente de aplicação experimental e performativa. Apresentação das matérias através de exemplificação prática e realização de pequenos projectos utilizando as técnicas abordadas.

Área de Estudos: 
Artes
Grau de Ensino: 
Formação Avançada
ECTS: 
3
Destinatários: 

Alunos de licenciatura e ou mestrado de som e imagem com interesse em som e media arte com aplicação específica ao contexto interativo e musical. Podem também ter interesse: Músicos, artistas digitais, programadores, professores e outros profissionais interessados na música electrónica e na arte digital.

Horários: 

14h - 17h
(dia 7, 9, 16, 21, 23, 28 e 30 de janeiro e 4 fev. 2020)

25 horas

Coordenação: 

Coordenador do curso:
José Alberto Gomes
jagomes@porto.ucp.pt

Coordenadora dos cursos livres:
Sofia Serra
sserra@porto.ucp.pt

Contactos: 

Estudos Avançados e Formação
Tel: 22 619 62 02 / 43
formacao.avancada@porto.ucp.pt

Universidade Católica Portuguesa
Rua Diogo Botelho, 1327 | 4169-005 Porto

Observações: 

Avaliação

Avaliação continua 30% + 30 % trabalho intercalar + 40% trabalho final
Modelo de avaliação (caso seja pertinente no contexto): avaliação continua 30% + 30% trabalho intercalar + 40% trabalho final
 
Trabalho Intercalar. Meta composição
Controlar a sequenciação de eventos apenas com Max
Utilizar instrumento virtual controlado por Max
Controlo em tempo real de informação.
Ser coerente formal e esteticamente.
Ser capaz de contextualizar a obra esteticamente
Duração de 3 a 5 minutos.
 
Trabalho de Final
Obra sonora de inspiração estética livre (dentro dos parâmetros abordados nas aulas).
Tecnicamente tem de incluir manipulação/processamento/sequenciamento de data e audio por Max
 
Memoria descritiva: motivo, conceito, estrutura e técnica
Se pedido poder mostrar o projeto.
Devido ao elevado grau de liberdade, o sistema deve ser proposto de forma a que o docente possa nivelar o grau de dificuldade entre os vários trabalhos.
Duração de 4 a 6 minutos