"Continuamos Próximos" - Mensagem da Diretora da Católica Porto Business School

 

“Encerramos portas, mas não parámos!
Abrimos janelas!”

Cara comunidade da Católica Porto Business School,

Faço votos de que estejam bem!

Iniciámos, nos últimos 10 dias, na Católica Porto Business School uma nova forma de estar em comunidade. Ajustamos formatos e estamos a partir de hoje, dia 23, totalmente a trabalhar via web com todos os nossos alunos e comunidade. Substituímos a atividade presencial de aulas e avaliação por aulas online. Passámos de trabalho presencial a teletrabalho. Mas continuamos aqui e mantemos a proximidade! E também a partir de hoje e semanalmente iremos enviar-lhe algo para saber, ler, inspirar ou refletir.

Estamos todos vulneráveis: a um vírus que sabemos ser altamente contagioso; à tecnologia que sabemos estar em teste ou até em sobrecarga a nível global; a nós próprios e à nossa condição humana, por estarmos a viver num formato para o qual não estávamos preparados e numa era em que gostamos de ter tudo controlado. Ou pelo menos gostamos de ter essa perceção. O mundo incerto, imprevisível e complexo está aqui e agora!

Mas, nesta comunidade, queremos abrir janelas! Abrimos as janelas do computador para ensinar e para aprender, para chegar a todos os nossos alunos. Para, com eles, continuar o caminho de ensino-aprendizagem previsto para este semestre. Para manter o percurso de desenvolvimento, em formato diferente, aos alunos executivos que conseguem manter alguma ligação. Abrimos janelas com informação para que esteja a par do que é relevante. Abrimos janelas com artigos para o ajudar a pensar nos pontos importantes para o seu negócio, para a sua equipa. Abrimos janelas que nos permitem trabalhar à distância.

É o tempo de estarmos fisicamente fechados. Mas é o tempo de aproveitarmos o desafio de estarmos fechados para nos conhecermos, nos inspirarmos e nos ultrapassarmos. Numa crise há sempre dificuldade e oportunidade. Queremos ajudá-lo a identificar a oportunidade para ultrapassar a dificuldade.

Este é o tempo de escutar e de relembrar as competências e talentos que tem em casa, na família. Sabemos que a escuta ativa, a negociação, o trabalho de equipa e a liderança se aprendem e treinam em família. Em casa. Escolha uma competência por semana ou um membro da família por semana. Não precisa de dizer a ninguém. Observe ao longo das várias semanas que tem pela frente. No final desta temporada, vai estar melhor preparado para liderar. E vai ficar surpreendido com tanto que a sua família lhe vai mostrar. Qualquer um de nós, pai ou mãe ou filho ou irmã, pode fazer este exercício. Se tem uma casa mais vazia, então é tempo para ler, refletir e até escrever. Em todos os casos, é também tempo para fazermos o telefonema há muito adiado ou enviar a mensagem há muito devida.  Para outros é o tempo de desenvolver a capacidade de trabalhar à distância, de gerir equipas a trabalhar remotamente. É o tempo de, com um formato diferente, equilibrar a vida familiar e o trabalho. E sabemos bem quão grande é esse desafio e quão maior é estando em casa. Mas temos todos de estar compreensivos. Para outros ainda, é tempo de gerir e continuar a operar, porque a sociedade assim o espera. Mas exigindo cuidados operacionais excecionais e a proteção de todas as pessoas que estão no terreno. O desafio está aí na vulnerabilidade, no cansaço, na sustentabilidade de uma operação ou de um negócio, sobrevivendo a um inimigo invisível.

Esteja atento aos detalhes. No negócio que mantém operacional ou naquele que coordena à distância. Vá abrindo janelas de curiosidade. Ainda que lentamente. Abra janelas de potencial futuro. Janelas de esperança. Vá conversando com a família e também com a sua equipa de trabalho. E não esqueça aqueles com quem fala na hora do café. Esses continuam à espera da sua mensagem.

Fique em casa, mas não fique parado. É tempo de ser rápido na adaptação e na tomada de decisão. É tempo de atenção. É tempo de preparar o que vem a seguir. Mas também é tempo de se conhecer a si e de trabalhar a sua resistência.

Continuamos aqui, em proximidade, com as janelas abertas para continuar ligado a si.
Mantenha-se seguro, ativo e atento!

Continue a viver. Abra a janela!

Sofia Salgado Pinto

Março de 2020